Firewood Operation: como os EUA tentaram acabar com a música brasileira

By Marcos Lauro
21/04/2013
16

Todos sabem que os EUA meteram o bedelho na política brasileira e deram a maior força para a ditadura militar. Só que um vídeo impressionante detalha a invasão norte-americana em outro setor do nosso país: a música!

Com base no livro “Firewood Operation”, de Neil Jackman, a produtora Noizy Pictures relatou testemunhos dessa invasão. No vídeo abaixo, os compositores Michael Sullivan e Paulo Massadas são desmascarados como agentes que vieram para o Brasil com a finalidade de destruir a música brasileira, injetando aqui a cultura norte-americana. Assim, artistas como Sergio Mallandro e os grupos Dominó e Balão Mágico não passaram de fantoches nas mãos da inteligência estrangeira. Ainda nos anos 1990, Compadre Washington, um porto-riquenho criado em Washington D.C. (por isso o apelido), vinha ao Brasil para destruir uma linhagem do axé que nascia para valorizar a moral, a família e os bons costumes.

Em menos de 20 minutos, a competente equipe de documentaristas desvenda todo o mistério por trás de “Firewood Operation”.

Claro que tudo isso é uma obra de ficção. O diretor André Moraes pegou na veia do que a gente chama de “jornalismo mentira”, que bomba hoje principalmente na internet mas já foi bastante praticado na TV por programas como TV Pirata e Casseta & Planeta.

O mais legal: tem depoimentos de alguns dos próprios artistas envolvidos na “trama”, que compraram a ideia e participaram da brincadeira, contando como eram vítimas do esquemão norte-americano.

Como já cantou Tom Zé:

Todo compositor brasileiro
é um complexado.

Por que então esta mania danada,
esta preocupação
de falar tão sério,
de parecer tão sério
de ser tão sério
de sorrir tão sério
de chorar tão sério
de brincar tão sério
de amar tão sério?

Ai, meu Deus do céu,
vai ser sério assim no inferno!

Ver caras como Jair Oliveira e Iggor Cavalera participando da história é um oásis no meio desse monte de artista que se leva tão a sério, muitas vezes sem necessidade.

,

Comments: 16

  1. Dayvid Lucyan says:

    Estou tentando encontrar o livro mas não acho em lugar algum. Onde posso comprar esse livro?
    Eu essa dose de “conspiracionismo” de suma importância, pois, mesmo não tendo certeza se o que está escrito é confiável ou não; a duvida traz pra nós a cautela e daí por diante, uma reação em cadeia que nos transforma em pessoas que problematizam questões que podem não parecer tão relevantes à primeira vista, mas na verdade condicionam a população a uma realidade falsa e deformada .

  2. Paulo Machado says:

    Nao consigo encontrar este livro. Algum pode me ajudar nessa?

  3. satoshi says:

    esse livro existe mesmo?
    porque eu não achei

  4. fernando wismeck says:

    o conteudo do video é … éée,,uma bomba, mais ,por incrivel que pareça … não é surpriendente, enquanto assistia o video eu estava ao lado de gente que faz musica “amigos musicos de formação”.. e comentavamos… como é estranho que pra fazer algumas aparições na midia é preciso ter uma ‘melodia pobre e uma letra vazia’

    acredito eu que as grandes emissoras de tv e radio (não mencionadas) no video são os principais agentes dessa decadencia musical. de qualquer forma vale a pena uma reflexão, enfim. em que paiz do mundo tem quadradinho de oito ?.

  5. rogerio cerri says:

    muito legal so’ esqueceram de falar da musica instrumental brasileira.

  6. Olá Marcos. Como vai? Escrevi um post no meu blog sobre o documentário de André Moraes, e, buscando outros textos na internet me deparei com o seu blog. Como sou músico – PhD em Musicologia, com especialização em música brasileira – eu aproveitei a crítica bem humorada que Moraes faz à atual MPB para expor uma situação que é, na verdade, muito real, e “imposta” por uma voraz indústria cultural. Se tiver interesse em dar uma olhada, aqui segue o endereço do post: http://www.zapmusico.com.br/blog/mpb-a-historia-que-o-brasil-nao-conhece/

    Muito obrigado pela atenção,

    Gabriel Ferraz, pianista e musicólogo
    Idealizador do http://www.zapmusico.com.br

  7. fernando wismeck says:

    depois do meu primeiro comentario eu realmente fui atras das fontes referentes ao dito ‘livro’..

    que não existe é logico. mais confesso que ainda que seja um (documentario) bem humorado fiquei intrigado.. e revendo o video.. “ê papai ê papai ê mainha…. kkkkkkk fui pego …como varios ai pelo jeito… mesmo assim,, vale a pena uma reflexão.

    como a nossa musica tá ruim mesmo .

  8. Adriano says:

    O pessoal ainda tá procurando o livro pra comprar… Huahhahuahuha!!! Acho q não foi só na música brasileira que os EUA, foi no senso crítico do povo brasileiro. Mas nisso, o responsável são os nossos políticos…

  9. Renato says:

    O livro existi sim, só é muito difícil de ser encontrado,e não tem edição traduzida no português. Conheço um maestro de orquestra que leu este livro e que tem ele em casa, Inclusive foi através desse maestro que fiquei sabendo da existencial do livro e assim que fui parar aqui, eu não sabia que tinha um documentário. Ele me contou que tem muita coisa plausível no livro mas que também tem muita coisa difícil de acreditar como certas teorias de conspiração bem exagerada.

  10. nivaldo sergio says:

    Então Renato tudo bem? Vc poderia passar a editora do livro edição e ano por favor. Ai fica fácil achar. Obrigado

  11. celso says:

    Tentaram? Acho que conseguiram, né?

  12. A verdade é que com ou sem conspiração, a coisa tá feia. O documentário é um alerta para isso.

  13. Diego Oliveira Santana says:

    Na boa, onde encontrar o tal livro? Isto realmente é verdade?

  14. Luiz Felipe says:

    O livro é fictício(pelo menos até ser provado o contrário). Não existe registro nenhum dele em nenhuma livraria ou pela internet(procurado me diferentes fontes).
    Ao meu ver, esse vídeo é uma forma de protesto que o André Moraes encontrou para divulgar o descontentamento dele com o caminho que a musica brasileira tomou. O gosto do povo mudou e o dinheiro está fluindo para as grandes corporações e isso deixou muitos músicos trabalhadores e talentosos a deriva. Mesmo assim o autor sensacionalistas do curta foi infeliz em generalizar e usar termos de xenofobia. Para mim tá claro que é um fracassado que está tentando arrumar um culpado(além da própria sociedade Brasileira) para o gosto de musica popular brasileira.

  15. Olá says:

    Gente, VOCÊS precisam ler a matéria antes. TUDO ISSO NÃO PASSOU DE UMA GRANDE PIADA!

  16. Alexsandro says:

    Trata-se de uma sátira à música Brasileira. É muito bem feita, mas é uma brincadeira de bom gosto. Existe algum exagero, mas também existe alguma verdade. Muito legal.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>